quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Comunidade Divino Oleiro celebra 13 anos



Toda família do Projeto Mais Feliz com Jesus se alegra neste dia pelo aniversário da Comunidade Divino Oleiro. Leia abaixo o texto publicado na Revista Divino Oleiro de Setembro sobre a Comunidade.

"Firmados na Palavra, perseveramos na vocação - consagração"

Com alegria e gratidão celebramos neste mês de setembro o aniversário de fundação da Comunidade Divino Oleiro.

Somos uma nova expressão de vida consagrada na Igreja e segundo o Beato João Paulo II "as comunidades novas se constituem uma "nova primavera" para a Igreja, suscitada pelo Espírito Santo, após o Concílio Vaticano II. (IV Congresso Mundial dos Movimentos e Comunidades - Roma 1998)
Nascemos na estação das flores, tempo oportuno de renovação da vida, de experimentar o novo, respiramos a aragem primaveril de um novo tempo.

Contemplamos 13 anos...Treze anos sendo modelados no torno da graça e da misericórdia; Por graça o Senhor nos escolheu e por misericórdia o senhor nos acolhe.
 "E no entanto, Senhor, vós sois nosso pai; nós somos a argila da qual sois o oleiro: todos nós somos modelados por vossas mãos". (Is 64,8)

Deus é o nosso oleiro e nós somos barro em suas mãos, eis a nossa espiritualidade: "Em tuas mãos Senhor, como barro nas mãos do oleiro". Assumindo nossa fragilidade, reconhecendo nossa miséria, nos colocamos com disponibilidade nas mãos de Deus, para sermos uma obra nova, pois acreditamos que Deus pode fazer um punhado de barro, tornar-se um vaso de honra. (Estatutos CDO)

 "Não poderei fazer de vós o que faz esse oleiro? O que é argila em suas mãos, assim sois vós nas minhas, casa de Israel". (Jr 18,6)
Louvamos a Deus pela missão, pelo carisma que recebemos "tudo ser e fazer por amor a Deus e em favor dos irmãos".

Através da vivência deste carisma nos propomos   a preencher lacunas, disponíveis aos apelos da Igreja, dispostos a abraçar a cruz de cada dia pela salvação dos homens e mulheres de nosso tempo, dando-nos generosamente sem medidas. (Estatutos CDO)

Nascemos no mês da Palavra de Deus e firmados na Palavra perseveramos em nossa vocação - consagração. Por isso, buscamos em comunidade, crescer na intimidade com o Senhor na e pela Palavra. É a Palavra do Senhor que faz arder o nosso coração. (Cf. Lc 24,32)

Conforme os textos inspiracionais, vivemos o nosso carisma e nossa espiritualidade:
 


Com HUMILDADE reconhecemos:  Somos frágeis.
"O Senhor Deus formou, pois o homem do barro da terra." (Gn 2,7)















Com DISPONIBILIDADE pedimos:  Modelai-nos Senhor. 
"O que é argila em suas mãos, assim sois vós nas minhas, casa de Israel." (Jr 18,6)





 





Com GRATIDÃO ofertamos nossas vidas.
"Temos este tesouro em vasos de barro, para que transpareça que este poder extraordinário provém de Deus e não de nós".(II Cor 4,7)

Rogamos a Deus que continue nos capacitando e levando a bom termo toda a obra já iniciada em nossas vidas.
Como o salmista pedimos: Contemplai em mim a obra começada. (Sl 137,8)


Texto: Daniela Ivone dos Santos - Comunidade Divino Oleiro

Texto: Daniela Ivone dos Santos - Comunidade Divino Oleiro

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Padre de Florianópolis é nomeado bispo de Tubarão

Pe. João Francisco Salm foi nomeado na manhã de hoje o novo bispo da Diocese de Tubarão
O anúncio oficial foi feito pelo Papa Bento XVI na manhã, 7h no horário de Brasília. A Diocese de Tubarão estava vacante desde o dia 28 de setembro de 2011, quando Dom Wilson Tadeu Jönck, então bispo de Tubarão, foi nomeado Arcebispo de Florianópolis. Nesse período, Pe. Sérgio Geremias assumiu a função de administrador diocesano.

Na manhã de hoje, às 10h, Pe. João Francisco Salm concederá entrevista coletiva na Cúria Metropolitana. A sua ordenação como bispo e a posse na nova diocese ainda não foram definidas, mas deve se realizar nos próximos dois meses.


Perguntado sobre como assume essa nova missão, Pe. Salm informou: “Recebo com uma atitude de fé. Espero ser a resposta de Deus às orações do povo da Diocese de Tubarão”.


Pe. Salm tem 59 anos e é padre há 33 anos. A maior parte do seu ministério presbiteral foi dedicada a formação de novos presbíteros, atuando nos seminários da Arquidiocese. Mas também foi coordenador de Pastoral e pároco. Em 2011, com a nomeação de Dom Murilo Krieger para arcebispo de Salvador, assumiu como foi administrador arquidiocesano da Arquidiocese de Florianópolis, função que desempenhou por oito meses.


Tubarão é uma das dez dioceses do Estado. Ela foi criada pelo Papa Pio XII, em 1955, desmembrada Arquidiocese de Florianópolis e abrangia todo o sul do Estado de Santa Catarina. Mais tarde cedeu parte do seu território para a criação da Diocese de Criciúma.

Conheça a biografia do novo bispo da Diocese de Tubarão

Pe. João Francisco Salm nasceu no dia 11 de outubro de 1952, em São Pedro de Alcântara, município de São José, SC. Filho de Francisco Salm e de Maria Ida Schmitt Salm, tem um irmão e três irmãs. Fez os estudos primários em sua terra natal, completando-os no Pré-Seminário de Antônio Carlos, SC, onde ingressou com a idade de 12 anos, em fevereiro de 1965.


De 1967 a 1972 fez os estudos ginasiais e do segundo grau no Seminário Menor Metropolitano Nossa Senhora de Lourdes, em Azambuja, Brusque, SC. De 1973 a 1975, frequentou a primeira turma do curso superior de Estudos Sociais, em cuja grade curricular constavam todas as disciplinas da Filosofia, na recém-criada Fundação Educacional de Brusque, FEBE, hoje UNIFEBE.


De 1975 a 1979, fez o curso de Teologia no Instituto Teológico de Santa Catarina, ITESC, em Florianópolis, SC. Foi ordenado diácono em 13 de maio de 1979, em Camboriú, SC, e presbítero em 30 de junho de 1979, no Santuário de Azambuja, Brusque, SC. De janeiro de 1980 ao final de 1983, exerceu o ministério de professor e orientador dos alunos do Seminário Menor Metropolitano, de Azambuja. Em janeiro de 1984, foi nomeado reitor do Santuário Episcopal Nossa Senhora de Azambuja e reitor do Seminário Menor Metropolitano Nossa Senhora de Lourdes, em Azambuja, Brusque. Em março do mesmo ano foi nomeado administrador paroquial da Paróquia de Santa Catarina, em Dom Joaquim, Brusque. Exerceu esses cargos em Azambuja e em Dom Joaquim até o final de 1991.


De janeiro de 1992 ao final de 2008 exerceu o ministério de reitor do Seminário de Teologia e coordenador arquidiocesano da Pastoral Vocacional da Arquidiocese de Florianópolis. De junho de 1992 até 1996, foi juiz do Tribunal Eclesiástico Regional de Florianópolis. Durante o ano de 2006 e no segundo semestre de 2008, foi coordenador arquidiocesano de pastoral da Arquidiocese de Florianópolis. De janeiro de 2009 ao final de 2011, foi pároco da Paróquia de Santa Teresinha, em Brusque.


De março a novembro de 2011, foi administrador arquidiocesano da Arquidiocese de Florianópolis. Desde novembro de 2011, é ecônomo arquidiocesano e coordenador da Cúria Metropolitana da Arquidiocese de Florianópolis. Foi membro, por diversos períodos, do Conselho Presbiteral da Arquidiocese de Florianópolis, como representante dos seminários da Arquidiocese. Foi nomeador bispo titular da Diocese de Tubarão, SC, no dia 26 de setembro de 2012.

Fonte: Zulmar Faustino - Jornalista Arquidiocese de Florianópolis

Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Florianópolis

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Louvor de Primavera: 23 de setembro no CEAR

Encontro aberto.

Lembramos que nos dias  
21 e 22 de setembro, teremos o  II RETIRO DE CURA DAS EMOÇÕES - RESGATADOS PELO AMOR. Faça sua inscrição. As vagas são limitadas.